Minha língua, minha casa: Ucrânia

Nesta parte da nossa série “Minha língua, minha casa” nós vamos aprender sobre o Ucraniano, a língua falada por 45 milhões de pessoas, e que ainda sim é pouco conhecida.

Poor  Nataliya Sira  / 23.11.2017

Normalmente nós pensamos o quão bonita nossa língua é, o quão bem ela soa e o quão claro ela consegue transmitir nossos pensamentos e sentimentos?

A maioria das pessoas não dá muita importância para sua língua nativa e às vezes a percepção de certas características de sua língua vem apenas com o estudo de outras. Isso acontece quando nós começamos a estudar outras línguas e assim compreendemos que a nossa apresenta uma gramática e regras diferentes que na verdade não existem em outras.

Comecei a pensar sobre a riqueza da língua Ucraniana somente quando aprendi Italiano, Inglês e Alemão. Quando fora do país e falando outras línguas, percebi que em Ucraniano eu poderia me expressar de um jeito ou de outro, enquanto em Alemão, Italiano e Inglês eu tinha que adotar uma construção de palavras completamente diferente. Em Italiano por exemplo, percebi que no dia a dia eu simplesmente traduzia do Ucraniano ‘Você precisa sentar-se no ônibus de número 3’ (‘Вам потрібно сісти на автобус номер 3’), e então as pessoas não me compreendiam, pois em Italiano as pessoas dizem ‘Deve prendere l’autobus numero 3’ (literalmente ‘Você deve pegar o ônibus 3’), enquanto em Ucraniano você deve ‘entrar no ônibus’. Quando estrangeiros ouvem Ucraniano pela primeira vez, ficam presos pela sua musicalidade e pela presença de vários sons que resultam em um estranhamento quando comparada às demais línguas europeias.

Aqui você pode ouvir uma das mais famosas e históricas bandas Ucranianas, Okean Elzy e seu suceso ‘Обійми’, (‘Hug’).

A língua Ucraniana pertence ao grupo Eslavo da família linguística Indo Européia e é língua oficial da Ucrânia. É falada por aproximadamente 45 milhões de pessoas na qual a maioria delas reside no território da Ucrânia. O resto dos falantes está concentrado na Bielorússia, Moldávia, Polônia, Roménia, Eslováquia, Casaquistão, Argentina, Reino Unido, Canadá, Estados Unidos e outros países onde Ucranianos vivem.

Mapa da Ucrânia e seus países vizinhos

Map of Ukraine and its neighbouring countries

A língua Ucraniana tem uma história muito rica em sua batalha pela sobrevivência. No começo do século XVIII por exemplo, o decreto de Peter I’s em 1720 proibiu qualquer literatura em Ucraniano. Mais tarde, em 1763, Catarina II proibiu o ensino do Ucraniano na academia Kyjiv-Mohyla para favorecer a língua Russa. No século XIX o Polonês foi introduzido em todas as escolas públicas na região que agora é a Ucrânia Ocidental e, em 1892, foi proibida a tradução de livros Russos para o Ucraniano. Por fim, com a campanha de Russificação no começo do século XX, a educação Ucraniana, igrejas e palavras foram banidas do território nacional. Apesar do fato de que a língua Ucraniana foi restringida por séculos e seus falantes foram perseguidos e sentenciados por anos simplesmente porque escreveram em Ucraniano ou defenderam seus direitos e interesses, a língua conseguiu superar todas estas barreiras e se tornou a língua oficial da Ucrânia. Anos de existência por debaixo dos panos marcaram a língua desenvolvendo diversos dialetos e códigos no qual o mais conhecido atualmente é o Surzhyk.

Durante sua existência, o Ucraniano tem sempre lutado contra outra língua do grupo Indo-Europeu: o Russo. Se analisarmos as diferenças de vocabulário entre as línguas Eslavas para determinar a língua mais parecida com o Ucraniano, acharemos o Bielorusso primeiro e só depois o Russo. Apesar disso, a língua Russa teve uma grande influência no status do Ucraniano, que começou sendo considerado sem prestígio em contextos oficiais durante a política de Russificação. Foi durante os períodos de forte Russificação que uma língua que mistura Ucraniano-Russo surgiu, a Surzhyk. Um grande número de pessoas que falavam Ucraniano foram obrigadas a se expressar em Russo depois das reformas da Russificação. De qualquer forma, como a maioria das pessoas não falava Russo, a população começou a usar um código misto entre as duas línguas. A segunda “onda” de Surzhyk surgiu durante os anos 90 com a independência da Ucrânia quando o Ucraniano finalmente começou a ser considerada uma língua importante. Foi durante este período que os habitantes que falavam Russo na Ucrânia passaram a tentar se expressar em Ucraniano e como resultado disso foi criada o Russo-Ucraniano-Surzhyk. Um dos exemplos mais conhecidos de Surzhyk é um pronome interrogativo ‘шо’ [sho], que corresponde em inglês à ‘What’ (‘o que’) que foi criado pela fusão do ‘що’ [shcho] em Ucraniano e do ‘что’ [chto] em Russo. Este pronome Surzhyk não tem sido apenas utilizado por muitas pessoas em seu dia a dia, mas também na literatura. Eventualmente também deu nome ao portal bilíngue da cultura contemporal ‘ШО.’

Ternopil city

Ternopil city © N. Sira

Atualmente o Ucraniano tem o status de uma língua prestigiada não apenas no dia a dia, mas também em sites da internet, blogs e nos perfis de grandes influenciadores da instagram. Muitos trabalhos de escritores da Ucrânia como Yuri Andrukhovych, Oksana Zabuzhko, Serhiy Zhadan e outros autores famosos têm sido traduzidos para outras línguas sendo consequentemente best sellers dentro e fora do país. A língua Ucraniana é também estudada em outros países, normalmente por estudantes de línguas que escolhem se especializar em estudos Eslavos. Quando conversa-se com estudantes Austríacos que escolhem o Russo e o Ucraniano, em particular da Universidade de Vienna, ouve-se que as línguas são completamente diferentes, diferenciando-se não somente no vocabulário, mas também na fonética e gramática. A língua Ucraniana tem ganhado prestígio gradualmente entre os estudantes estrangeiros que vêm para a Ucrânia com o propósito de estudar a língua através de cursos. Há também um grande número de plataformas online sendo desenvolvidas para estrangeiros que desejam aprender a língua ou para Ucranianos que querem aprimorar seu conhecimento da língua nativa.

A língua Ucraniana está se desenvolvendo também fora do território nacional graças a organizações Internacionais criadas por Ucranianos; acadêmicos e escritores que, apesar de estarem fora do país, participam de atividades que envolvem a literatura nacional. Além disso, o número de estudantes que escolhem estudar Ucraniano vem crescendo a cada ano, e se tem algo que todos sabem, é que: enquanto restarem falantes de uma língua e pessoas interessadas em aprendê-la, ela vai continuar a existir.

Autora

Nataliya Sira (Ucrânia)

Estuda: Línguas Estrangeiras para Cooperação e Comunicação Internacional

Línguas: Ucraniano, Italiano, Inglês, Russo, Alemão

A Europa é… mais oportunidades para todos!

Tradutora

Marina Christo (Brasil)

Estuda: Economia

Línguas: Português, Inglês, Espanhol

Europa é… onde multiculturas se fundem em uma só.

This post is also available in Bosanski - Hrvatski - Srpski, Deutsch, English, Español, Français, Italiano, Malti, Nederlands and [Main Site].

Author: Anja

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

css.php

Ao clicar em Aceitar, está a concordar com a nossa utilização de cookies. mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close