Rodas da Arte

“Eu sonhava tornar-me actor. Em vez disso crio esculturas de pneus.”

Aghvan sonhava tornar-se actor. No entanto, ele não teve oportunidade na sua vida de tornar o seu sonho realidade. Deixou a escola quando tinha 14 para começar a trabalhar e sustentar a sua família. O primeiro trabalho de Aghvan foi numa pastelaria, por isso ser pasteleiro pode ser considerada a sua primeira profissão. Quando fez dezoito anos foi recrutado pelo exército durante dois anos. Após o seu serviço militar não quis voltar para o seu emprego anterior, então teve algumas aulas e tornou-se especialista em pneus de automóveis.

“É um trabalho pesado mas eu precisava de trabalhar e de me sustentar. Nos últimos oito anos, o meu quotidiano tem sido o mesmo: eu acordo às 7 da manhã, venho trabalhar, bebo o meu café matinal com o meu vizinho e depois o trabalho começa. Tenho clientes até à noite, até às oito ou às vezes até às nove, ou então fico a ver televisão quando não há trabalho. Depois vou para casa dormir.”

Aghvan pensa que a sua vida pode parecer aborrecida para muitas pessoas mas ele sente-se orgulhoso por ser capaz de sustentar-se a si próprio, ajudar a sua família e por ser tudo devido ao seu próprio trabalho. Contudo, algo aconteceu na sua vida há três anos que o fez amar o trabalho que faz ainda mais.

“Eu usei o meu trabalho para criar uma arte única.”

wheelsofart_01

Ele decidiu usar restos de pneus para algo útil. Ser creativo a trabalhar com pneus não foi fácil, então criou inicialmente coisas mais simples, como vasos de flores. Pintava-os para lhes dar mais estilo. Ele estava feliz com os resultados e colocou-os ao lado da entrada da sua loja.

wheelsofart_06

“Algum tempo tempos, as pessoas que passavam começaram a falar-me sobre uma escultura fantástica no Centro Artístico Cafesjian. Contaram-me sobre uma escultura gigante de um leão feita apenas com pneus velhos, criada por algum professional famoso. Um grande número de pessoas falaram-me sobre este leão, o que me levou a ir lá vê-lo. Devo dizer que fiquei impressionado, então fiz alguma pesquisa e descobri que a escultura tinha uma estrutura de metal à qual os bocados de pneus estavam colados. Pensei para mim mesmo: “E se fosse todo feito de pneus?”

Na manhã seguinte, Aghvan começou a trabalhar no seu próprio leão de pneus, para o qual usou como referência o personagem Simba do seu desenho animado preferido, o Rei Leão. Limitou-se a usar uma faca, cola e tinta. A cauda, as costas e os pés foram feitos facilmente num dia, mas os restantos 50 dias foram passados só a fazer a cabeça.

“Quando ficou terminado, senti felicidade e satisfação pelo meu trabalho. Provei a muitas pessoas que os pneus eram suficientes para fazer esculturas maravilhosas.”

wheelsofart_10

O sentimento maravilhoso de fazer algo especial encorajou-o a ir mais além. Continuou a fazer figuras interessantes. Aprendeu a fazê-las mais rápido e melhor. Em apenas três dias, ele pode fazer qualquer figura que lhe venha à cabeça.

“As minhas ideias, a minha inspiração, vem das crianças. Eles passam por aqui, pedem-me mais figuras e da próxima vez que cá vêm, a figura já cá está. Já fiz mais de 70 esculturas diferentes e ofereci-as a cinco jardins de infância.”

As pessoas ficam sempre surpreendidas quando vêem as obras de Aghvan, obrigam-nas a parar, explorar, pôr questões e ir-se embora a sorrir.

“Acredito que trago um pouco de felicidade às pessoas.”

“Toda a gente devia ter um objectivo nas suas vidas e segui-lo, deviam tentar realizá-lo com trabalho duro. Acreditar em ti próprio é mais importante do que oportunidades ou até mesmo educação. O que tens de fazer é ser positivo sobre tudo. Se há algo que queres tentar, tenta, vai em frente e fá-lo. Pode não acontecer, podes não ter aquilo que querias ou que tinhas sonhado, mas devias seguir sempre em frente e tentar uma e outra vez, nunca desistir. Esse é o princípio da minha vida.”

Agora Aghvan tem um novo sonho. Ele sonha ajudar famílias carenciadas. Quer tornar-se um grande benfeitor, ajudar qualquer família, qualquer ser humano que precise de auxílio. Ele ajuda pessoas agora mas da forma limitada que consegue suportar. Ele ajuda qualquer criança que venha até ele nas ruas.

“Eu adoro crianças. Quero ter pelo menos cinco, quatro raparigas e um rapaz. Quero que sejam bondosos e prósperos. Espero que os meus filhos sejam artistas. Desejo ser capaz de lhes dar o melhor de tudo para que se tornem únicos, professionais especiais, para que o seu trabalho mude verdadeiramente qualquer coisa neste mundo.”

[crp]

Autora

Tatevik Vardanyan (Arménia)

Estuda/Trabalha em: Matemática Aplicada / Fotógrafa, Fotojornalista, Diretora de Documentários, Instrutora (Redes Sociais, Web)

Fala: Arménio, Inglês, Russo

A Europa é… uma coleção interligada de culturas, pessoas, histórias, e momentos no tempo.

Blog: tatevikvardanyan.com

Instagram: http://instagram.com/tatevikvardanyan

Twitter: @Tate_Vardanyan

Tradução

Margarida Catela

This post is also available in Bosanski - Hrvatski - Srpski, Català, Deutsch, English, Español, Français, Italiano, Malti and [Main Site].

Author: Anja

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

css.php

Ao continuar a usar o site, está a concordar com a nossa utilização de cookies. mais informação

As definições de cookies neste site são “autorizar cookies” por defeito, para providenciar a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar o site sem mudar as definições, ou se clicar em “Aceitar” abaixo, está a consentir que se mantenha esta definição.

Fechar